Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Considero-me uma pessoa poupada. A minha filha e o Miguel costumam chamar-me agarrada porque estou sempre a tentar comprar mais barato, ou a não gastar tanto na luz e na agua.

Reclamo das luzes ligadas sem necessidade e lá vou eu apaga-las. Reclamo os carregadores nas fichas sem estarem a carregar o telemóvel e reclamo os banhos demorados da miúda.

Sigo alguns truques (bem conhecidos) para reduzir a factura da agua e luz, como colocar a maquina a lavar quando está com a carga máxima. Se bem que me custa, pois gosto de lavar a loiça com a agua sempre a correr tento não o fazer e assim gastar uns metros a menos ao final do mês.

Há uns meses coloquei uma garrafa de agua dentro dos autoclismo fazendo assim com que a cada descarga se gastasse menos. Pois infelizmente não vi nenhum cêntimo de poupança.

Poderia não notar por a factura da agua ser estimativa e não valor real, mas não é assim. Aqui a menina para evitar surpresas desagradáveis todos os meses manda a contagem na data indicada. Portanto nestes meses todos, creio uns 8) já devia de ter dado para notar a poupança não devia?

 Estou desiludida, pois quase parti o autoclismo para meter lá dentro a garrafa e a factura não emagreceu nada.

 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.