Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Nos últimos anos tenho conseguido marcar uns dias de ferias na semana entre o Natal e a Passagem do Ano e normalmente vamos passar 1 ou 2 noites a qualquer lado. Como no ano passado tínhamos ido a Lisboa este ano a ideia era ir a outro lado, mas devido a assuntos a terem de serem tratados na capital acabámos por decidir que ficaríamos 1 noite por lá.

Tinha pedido ajuda aqui sobre hotéis que não me levassem todo o subsidio de Natal e as opiniões era fugir da Baixa de Lisboa e andar de transportes públicos. 

Como ficávamos apenas 1 noite não queríamos perder muito tempo nos transportes e depois de termos sorte em encontrar um hotel muito barato mesmo na Baixa decidimos que iríamos estacionar num parque subterrâneo, mesmo sabendo que iríamos pagar quase tanto de estacionamento como de hotel. 

Depois da experiência do metro (contarei mais tarde) tenho a certeza que tomámos a decisão certa.

Depois de muitos dias de pesquisa com os preços a subirem e a descer constantemente decidimos-nos pelo Hotel Lisboa Tejo 

O preço era tão bom que achámos que iríamos encontrar um hotel a cair aos bocados e sem condições. Lemos muitos comentários bastantes positivos que resolvemos arriscar. Era apenas para dormir, portanto não era necessário luxo. Ainda bem que arriscámos.

Quando chegámos ainda tentámos estacionamento à borla, mas como não encontrámos fomos colocá-lo no estacionamento parque da figueira

Não encontámos o hotel logo à primeira, pois estávamos à procura de uma fachada azul céu. Actualmente encontra-se em obras e a cor já desmaiou e agora é azul muito claro.

Foi notória a simpatia dos recepcionistas. Enquanto nos faziam o Check in disseram-nos que éramos os primeiros hospedes a estrearem os quartos novos. 

 Parte do hotel tinha sido remodelado e a outra parte ainda se mantinha à espera de remodelação.

Gostámos bastante do quarto, apesar de ser de pequenas dimensões (muito ao nível do Ibis), mas quem precisa de um quarto grande se é apenas para passar a noite?

Quarto em tom de verde e creme. Gostei imenso da parede de madeira atrás da cama. Por falar em cama, não poderia pedir uma que fosse mais confortável.

A casa de banho moderna e com tudo o que é necessário.

A sala de refeição decorada com pedra e em toda a volta com livros antigos. 

Quanto ao pequeno almoço nada a reclamar. Muito pelo contrário já que tive direito a becon. Coisa que adoro e muito dos hotéis onde já estive não tinham. O pão estaladiço, saboroso e ainda vinha morno. Não me parece que faltasse alguma coisa para um pequeno almoço completo

Um hotel que recomendo sem hesitar.

 

 

SAM_4226.JPG

SAM_4227.JPG

 

SAM_4229.JPG

SAM_4232.JPG

SAM_4230.JPG

 

SAM_4283.JPG

SAM_4284.JPG

SAM_4285.JPG

SAM_4286.JPG

 

 

SAM_4281.JPG