Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Embora saiba como é natural e inevitável o envelhecimento custa-me ver as mudanças nos meus pais. Até à pouco tempo dizia que eles não eram iguais aos velhotes que cuido e alguns bem mais novos que os meus. Neste momento ainda fazem tudo sozinhos, mas ver cada vez mais a dificuldade de locomoção, a dificuldade de se levantarem e principalmente ver a que o cérebro está em declínio custa-me muito.

A minha mãe sempre foi uma pessoa com uma memoria extraordinária. Contas e datas era com ela. Esta semana telefona-me para a ajudar. Tinha ido ao medico e tinha-lhe recitado um medicamento novo que era para tomar de 12 em horas, tinha-o tomado às 19 horas e não conseguia fazer as contas para saber a que horas tomar o próximo.

Fiquei em choque e a pensar que aquela não era a minha mãe.

Todos os dias lido com velhotes. Todos os dias tiro fraldas, ponho fraldas, dou comida à boca e faço higienes. Todos os dias lido com as confusões e esquecimentos deles.  Nada disto me faz confusão, mas imaginar os meus pais nestas condições não consigo.

Na minha cabeça os meus não são iguais aos outros.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    marrocoseodestino 04.08.2016 13:50

    Sim, custa mais. claro que os via envelhecendo, mas quando os comparava com os velhotes do lar aparentavam que envelheciam mais devagar. Muito rapidamente a coisa mudou.
    sim cá estarei para fazer o melhor.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.