Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

O titulo do post pode ser um pouco exagerado, mas é como ultimamente me tenho sentido em relação aos meus pais e aos seus disparates.

Há uns tempos atrás telefonaram lá para casa e deram a volta ao meu pai para mudar de operadora do telefone fixo. Já eram clientes há anos da mesma operadora e embora fossem "bombardeados" todos os dias pelas várias que existem no mercado ele lá iam resistindo.

Visto que não queriam mudar dei-lhes alguns conselhos para quando fossem abordados. Uns meses depois e após tanta insistência lá mudaram.Foi uma dor de cabeça e ainda continua a ser, pois não conseguem lidar muito bem com o telefone e são muitas as vezes que me telefonam para pedir ajuda além de que têm um filho no estrangeiro e que depois de mudarem pagam as chamadas, coisa que não acontecia antes.

Depois deste episodio "martelei-lhes" tanto na cabeça que achei que seria "remédio santo".

Infelizmente, não foi.

No inicio da semana recebo uma chamada da minha mãe, a contar-me que tinha sido contactada por uma menina muito simpática (palavras dela) e que lhe tinha dito que durante 18 meses não precisava carregar o telemóvel. Fiz-lhe várias perguntas às quais não me soube responder. Que operadora lhe tinha telefonado? O que ganhavam eles com isto, uma vez que ninguém dá nada a ninguém? Qual a mensalidade que tinha de pagar para não ter de carregar o telemóvel?

Lá descobri que operadora era e liguei para saber as resposta a estas perguntas.  Ora não me pareceu bom negocio, uma vez que ela carregava normalmente com 10 euros que lhe dava para para todo o mês e com esta adesão passava a pagar todos os meses cerca de 15 euros, podendo telefonar para todas as redes. Poderia ser vantajoso se não tivessem telefone fixo, mas que não era o caso.

Depois de falar com os meus pais e explicar-lhes tudo decidiram anular o contrato. Não sendo possível fazer pelo telefone lá teve que ir aqui a "Je"até à loja da dita operadora, com os velhotes.

Depois de esperarmos bastante tempo lá chamaram o nosso número, expliquei à senhora o que se passava e o motivo pelo qual os meu pais queriam desistir. Tentou convencer-nos do contrario e vendo que não conseguia colocou-me em linha com a chefe (palavras dela). Ter de explicar novamente o que se passava e a insistência da fulana deixou-me irritada. Disse-lhe que era uma opção nossa e que era de lamentar contactarem pessoas com mais de 80 anos e convencerem-nas a mudar, ainda mais pessoas que não entendem nada de tarifários e afins. Respondeu-me que quando ligam para casa das pessoas não sabem a idade da pessoa e que o pai dela tinha essa idade e que percebia muito bem acerca dos telemóveis, tarifários e redes. A resposta dela deixou-me ainda mais irritada e digo-lhe "pois mas a minha mãe disse à pessoa que a contactou a idade que tinha e que não percebia nada do que lhe estava a falar". Acho que fiquei de todas as cores tal era  a raiva quando ouvi da boca dela "então se não percebia devia dizer que não estava interessada". A única resposta que me saiu e que deixou as pessoas que estavam na loja a olhar para mim, inclusive os meus pais foi "Olhe anule-me a "mer@d#a" do contrato que eu já estou a perder muito tempo!"

Compreendo que todos precisamos de dinheiro, mas ganha-lo à custa de impingir coisas a pessoas que não têm a noção do que estão a adquirir e que ainda informam que não estão a perceber sobre o que estão a falar, não me parece honesto.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.