Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Este artigo faz tanto sentido para mim neste momento.

Gosto da profissão que tenho, mas cada vez mais sinto que a minha capacidade física e psíquica está cada vez mais fraca. O cansaço é muito, a pressão que imponho a mim mesma é enorme, a desilusão de não conseguir fazer tudo a que me propus faz-me questionar se sou boa profissional, algumas exigências dos familiares e utentes deixam-me frustrada e irritada e as quezílias com algumas colegas (poucas felizmente) deixam-me frustrada e irritadissima.

Inevitavelmente tudo isto se arrasta para a minha vida privada. Saio do trabalho a desejar apenas o sofá. Declino todas os convites que me são feitos. As visitas aos meus pais não são feitas por falta de vontade e paciência ( sinto-me uma filha horrível).

Sinto que devo mudar...de profissão...de maneira de ser...de maneira de agir...

Mas como fazer estas mudanças aos 50 anos?

5 comentários

Comentar post