Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Confesso que quando li a primeira noticia sobre a fotografia da Jessica Athayde não compreendi muito bem e achei que seria alguma brincadeira, mas depois de continuar a ver e a ouvir sobre o mesmo tema apercebi-me que a coisa era seria.

Bem, devo dizer que durante anos e anos fui magra, muito magra (1,55 com 42 quilos)...tinha complexos e não gostava do que via no espelho, mas em muito contribuíam as criticas para me sentir assim. Varias foram as consultas que a minha mãe marcou entre nutricionistas e médicos de família. Uns diziam que eu podia e devia de comer a qualquer hora e tudo o que quisesse, outros diziam que eu apenas podia comer às refeições e nem um rebuçado devia comer entre as refeições para o apetite surgir. O que é certo a balança não mexia, nem uma grama.

Calculam as vezes que eu me sentava na mesa a convencer-me que teria de comer para engordar? Nada resultava e até mesmo a ultima esperança de o ser não resultou. Falo da esperança de engordar quando fui mãe. Infelizmente ainda fiquei mais magra. Como se não bastasse a vida familiar não ajudava e eu sentia-me horrível.

Quando as pessoas me diziam "estás tão magra" era como me matassem um pouquinho. Não têm a noção do quanto podem magoar com uma simples frase "estás tão magra" ou "estás tão gorda". E é por isso que condeno as todas as criticas que têm surgido. Primeiro surgiram sobre o corpo(diga-se maravilhoso e lindo) da Jessica e depois as criticas que apareceram sobre as magras.

Há pessoas gordas que gostam de ser assim e outras magras que se adoram. Qual o problema?

Não conheço o meio em que os modelos vivem,  não conheço o corredor da moda e afins, mas se aquilo que já li sobre algumas agencias obrigarem as modelos a emagrecerem para serem contratadas  for verdadeiro ai sim, tenho pena delas.

O meu blog não é importante, logo não tenho esperanças que vá ser lido por muita gente, mas tenho esperança de alguém tropeçar nele  seja algumas das pessoas que criticam tanto os com peso a mais ou a menos e pense quanto erradas estão.

Gostei de ler o que a Jessica escreveu no seu blog http://jessyjames.pt/?p=3054 

Ah, felizmente a idade trouxe-me 8 quilos a mais, portanto quem sofre do mesmo problema poderá ainda ter esperança.

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.