Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Na possibilidade de ter tido outra vida antes desta não duvido que deva ter feito muito mal e que agora estou a pagar por isso. Se não vejamos, a grande maioria que aqui passa sabe que trabalho com idosos portanto não é de admira ter de mudar muitas fraldas, limpar muitos rabos e limpar muitos vomitados. Nada de anormal e nada que me faça diferença, mas se eu pudesse evitar estas tarefas não hesitava. A semana passada já que eu não tinha ido para a muda da fralda (tarefa estipulada a varias funcionarias depois do almoço dos velhotes) e apesar de ter outras tarefas importantes achei que devia ir mudar a fralda a uma utente que tinha acabado de chegar de uma consulta. Uma das colegas que estava estipulada para isso disse que iria lá, mas eu disse-lhe  "não te preocupes que eu vou lá". Somos uma equipa e acho que se nos ajudar-mos o trabalho torna-se mais fácil e o ambiente pode fica melhor. Armada em "Madre Teresa de Calcutá" lá vou eu e o que recebo em troca?

Uma fralda bem recheada de "bosta".  Não pude deixar de pensar " Quem te manda armares-te em santinha?".

Depois desta tarefa nada agradável fui arrumar roupa nos roupeiros. Quando entro num dos quartos apercebo-me que a D. L. estava na casa de banho e confesso que fui pé ante pé para ela não me ver. É pá não me apetecia nada ter de mexer novamente em "bosta".  Não valeu de nada o meu cuidado, pois ouço-a "Oh menina, Oh menina". Certo que poderia fazer que não tinha ouvido, mas não tive coragem e lá fui eu tratar dela. Mais uma fraldinha recheada.

Para justificar o meu pensamento inicial digo-vos que hoje apesar de estar de folga parece que estou a trabalhar. Os meus ricos gatinhos decidiram vomitar e lá tive eu que ir limpar a porcaria. Não pensem que foi só um, pois os dois decidiram que a dona não devia de estar esparrameirada no sofá muito tempo.

A minha vida é isto!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.