Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Imagino que para quem passa por aqui com mais frequência tenha achado estranho não ter feito mais nenhum post acerca das obras de casa. Certamente pensarão que esta obra é a primeira sem problemas e sem imprevistos.

Como eu gostaria dizer que não tenho nadita para contar, que tudo está a correr maravilhosamente bem e que a coisa  vai ser acabada dentro do previsto.

Não sei se começo pela perda das chaves, se pela rotura de agua ou se pelo andar da obra "devagar devagarinho".

Vou começar pelas chaves.

Entregámos uma chaves ao pedreiro para poder entrar e sair quando lhe desse jeito e sem eu e o Miguel tivessemos de faltar ao trabalho.

No segundo dia de obras recebo um telefonema do homem a dizer que havia um grave problema. Confesso que achei que tinha havido alguma inundação ou coisa do género e pergunto-lhe " Problema? O que foi agora?"

- Ah vim trazer lixo e deixei as chaves dentro de casa e agora não posso entrar.

Por um lado fiquei aliviada, pois aquele "problema não iria acentuar a derrapagem no orçamento, mas por outro fiquei tão irritada, mas tão irritada que me fartei de dizer palavrões, depois de desligar o telemóvel.

Tive de sair do trabalho para lhe abrir a porta. Assunto resolvido voltei ao trabalho até às 22 h.

Quando cheguei a casa contei ao Miguel da peripécia do pedreiro e das chaves e pergunta-me " Então perdeu as chaves 2 vezes?"

Não estava a perceber nada e conta-me que quando saiu do trabalho passou pela obra e encontrou o pedreiro junto ao caixote do lixo. Quando chegou junto dele diz que estava branco e a transpirar e que lhe disse "Miguel estou fod#%do, já virei o contentor 2 vezes e não encontro as chaves de casa".

Ora onde estavam as chaves?

Dentro de casa, ou seja mais uma vez veio à rua e esqueceu-se das chaves lá dentro.

Sorte a dele do Miguel ter chegado porque se me ligasse novamente tinha-o "comido".

Cheira-me que vou ter alguns episódios stressantes "engraçados" com o homem.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.