Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

O meu carro está fechado na garagem desde o dia 4 de Janeiro. Sim, está de castigo e a minha ideia é assim ficar até o despachar. Desde essa altura que ando com o carro do Miguel. O carro tem uma data de "paneleirices" que o meu não tem, logo por vezes fico baralhada e algumas vezes envergonhada. Hoje foi um desses dias.

O carro precisava de gasolina e fui até à bomba. Devo dizer que é daquelas bombas em que existe um funcionário para abastecer o deposito. Não que eu não vá às outras em que sou eu que abasteço, mas por norma vou a esta. Depois de desligar o carro tento visualizar onde é que abro o deposito. Se fosse no meu sabia que precisava de enfiar a chave para o abrir, mas neste tenho de carregar num botão para o abrir. Carrego no primeiro e abre o capô, carrego no segundo e abre o porta bagagem. Felizmente só tenho mais um e este é o tal que deveria ter carregado logo. Felizmente já conheço o senhor, embora isso não evitou ter ficado envergonhada, acabei por brincar com a situação. Digo-lhe " só faltou abrir as portas e ligar os piscas antes de acertar com o botão." Ele riu, eu ri, mas acredito que na cabeça dele passou a palavra "MULHERES!

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.