Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Dei conta aqui e aqui da desilusão que esta amizade me estava a fazer sentir.

Passou mais de 1 ano e as coisas não voltaram a ser como inicialmente, mas melhoraram muito. As conversas e as brincadeiras voltaram. Os stresses do trabalho mantinham-se, mas rapidamente eram ultrapassados. Por vezes surgiam conversas sobre ela com outras colegas e não eram raras as vezes que eu a defendia. Gostava dela e mesmo quando por vezes me diziam " olha que não é quem aparenta ser" eu não me preocupava e acreditava que gostava de mim e que queria a minha amizade.

Numa determinada altura quis mandar-lhe uma mensagem através do Facebook, para saber como estava já que tinha estado doente e não a encontrei na lista dos meus amigos. Na altura optei pelo Face uma vez que era tarde e não sabia se estava a dormir. Achei estranho e pensei que seria algum problema do face ou então tinha-me eliminado por engano (tão totó que eu sou). Durante uns tempos não me lembrei do assunto, mas numa conversa com outra colega que me disse que tinha sido eliminada por ela fez-se luz. Teria ela me eliminado propositadamente? Achava que não não seria o caso até porque as coisas estavam bem. Decidi que lhe iria perguntar. Demorou algum tempo porque uns dias esquecia-me, outros achava que não era o momento adequado e outras porque não me apetecia ficar desiludida(afinal havia a hipótese de ser despropositado).

À umas semanas no meio do stress do trabalho falou de forma mais rispidez, na altura não disse nada, mas quando minutos mais tarde voltou a falar de maneira que não me agradou perguntei-lhe "passasse alguma coisa entre tu e eu?", "Não não se passa nada, é o trabalho e como és a responsável acabas por levar por tabela".

Achei que aquele era o momento indicado de deixar de ser totó tirar a minha duvida.

- Olha já ando para te fazer uma pergunta há muito tempo...

-O que é?

-No outro dia reparei que não fazias parte dos meus amigos do Facebook...

- Ah eliminei toda a gente daqui...

-Desculpa, mas não eliminaste toda a gente. Ainda ontem deixaste um comentário no Face da "X" ou seja daquela pessoa que detestas e um comentário como se fossem muito amigas.

- Pois deixei, mas tu sabes que sou boa actriz...

- Pois sei, tu própria o dizes, mas diz-me o porquê de me teres eliminado. É que se tivesse sido na altura em que tínhamos tido a ultima conversa em que te pedi para darmos tempo ao tempo para ver se a nossa amizade sobrevivia eu compreendia...

- Mas foi nessa altura..

- Não, não foi, foi muito tempo depois

-Ah nunca me punhas gosto nos meus comentários...

-Então para ti eu sou uma pessoa como outra qualquer. Engraçado eu que achava que tínhamos uma amizade, afinal tenho a certeza que sou tratada pior do que aquelas que tu detestas.

Virei as costas e fui embora.

Passaram alguns dias e não consigo olhar para ela com carinho. Pergunto-me quantas vezes fez papel de actriz para comigo?

 

 

 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    marrocoseodestino 05.03.2018 21:10

    Beijinho
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.