Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Andamos uns 3 dias até decidir onde iríamos passar o fim de semana. Dos vários sítios que tínhamos na ideia, não havia um que escapasse ao fogo. Acabamos por optar ir até ao Alentejo.

Queríamos algo sossegado, com piscina, se bem que eu dispensava-a, mas o Miguel não abdica. Depois de varias pesquisas escolhemos o Hotel Gato que fica situado em Odivelas que pertence a Ferreira do Alentejo . 

Quando chegámos almoçámos no hotel. Estávamos com imensa fome e pelos comentários que tinha lido a coisa ia demorar muito. Ou tivemos sorte, ou foi de ser os pratos dos dia a coisa foi servida com muita rapidez. Ah e a comida estava muito boa.

Arroz de polvo

DSCN1655.JPG

Perna de Cabrito no Forno

DSCN1653.JPG

O hotel está dividido em 2 partes, a nova e a antiga. 

Os meus comentários são referentes à parte antiga, pois foi onde ficámos e apesar de ter visto o exterior do edifício novo (é bonito e moderno) não conheço o interior para poder avaliar.

Quanto ao quarto...a cama era moderna e muito confortável, mas a restante mobília era antiquada. Ponto positivo o terraço individual.

DSCN1674.JPG

DSCN1679.JPG

Terraço

DSCN1680.JPG

 

A piscina era de agua salgada, tinha um tamanho razoável(para mim até podia ser um mini tanque) e uma bela vista.

DSCN1685.JPG

Perto da piscina havia um espaço com animais, o que me fez ainda mais feliz

DSCN1769.JPG

 

DSCN1731.JPG

DSCN1750.JPG

DSCN1735.JPG

DSCN1774.JPG

 

O pequeno almoço deixou bastante a desejar. Não havia ovos mexidos, sumos naturais, doces caseiros, nem croissants. Safei-me com uma torradinha de pão alentejano.

20170730_084145.jpg

20170730_084152.jpg

20170730_084139.jpg

 

No Hotel a indicação é que seria um 4*, coisa que para mim não é. Um 3* estrelas, mas fraquinho.

Não nos arrependemos, pois deu para descansar e ainda usufrui da piscina, apesar da agua estar fria. 

 

 

 

 

Para tudo na vida é preciso sorte e eu sinto-me uma sortuda por até à data poder usufruir de um dos meus grande vicios. Viajar. Seja para longe seja para perto. Conhecer culturas, lugares, pessoas e gastronomia dá-me prazer.

Ete não é um vicio barato. Se contarmos a gasolina, as portagens, a dormida e a comida chegamos ao fim com uma bela conta. 

Seja como for, enquanto eu o puder fazer farei.

SAM_3897.JPG

SAM_3914.JPG

SAM_3967.JPG

 

SAM_4008.JPG

SAM_4007.JPG

SAM_3889.JPG

SAM_3973.JPG

SAM_3974.JPG

SAM_4003.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Passo aqui numa corridinha apenas para dizer que o Miguel deixa-me doida. Sim, veio passar 5 dias a Portugal e eu consegui tirar 4. Até tenho de lhe dar razão quando me diz que devo de ter 3 meses de ferias por ano (isto de trabalhar por turnos tem as suas vantagens).

Eu que gosto de tudo certinho, de tudo planeado e aquele homem é o oposto. Ontem saímos de casa cerca das 9.30 H e chegamos cerca das 19 H, isto quando apenas era para ele ir a uma consulta (felizmente está tudo bem) e hoje estou aqui prestes a meter uns trapitos na mala para ir passar a noite a algum lado. Sim a algum lado porque ainda não decidimos onde. Segundo ele tem mais graça pegar no carro e decidir na hora. A opção inicialmente era Lisboa  e agora pode ser Serra do Caramulo, Covilhã, Piódão, Vila Velha de Ródão, ou Baião isto depois de termos feito pesquisas na Net.

Agora digam-me se isto não é motivo para eu enlouquecer? Mas que raio vou eu levar na mala?

Oh vida!