Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

 

 

Felizmente foi possível o Miguel tirar a sexta feira para podermos conhecer um pouco mais de Tanger e as arredores. Depois do pequeno almoço rumamos à bomba de gasolina para alimentar o carro. Digamos que a diferença entre o preço cá e o preço em Marrocos tem uma difereça significativa. 1 litro custa 13,17 Dirham Marroquino (MAD) o que quer dizer cerca de 1, 19 €.

Seguimos para Asilah, uma cidade a cerca de 40 quilómetros de Tanger. Tem uma parte rodeada de muralha (curiosamente construída por portugueses), que faz lembrar Óbidos. Ruas labirínticas, muitas paredes pintadas com desenhos, portas com cores fantásticas, lojas com produtos típicos e gatos, muitos gatos.

 

 

 

 

 

 

 

Decidimos parar neste restaurante para almoçar.

Quanto ao almoço e poderá interessar a alguém o preço de uma fritura de peixes, uma paelha (para 1 pessoa), as entradas, 2 sumos naturais, 1 agua e 1 café foi cerca de 18 € para os dois. Confesso que fiquei um pouco desiludida com a comida neste restaurante, mas provavelmente porque as especativas eram grandes.

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de almoçar e dar almoço à gatita que apareceu à nossa mesa fomos pela costa para conhecer as praias. A paisagem é muito semelhante à nossa. Quanto à temperatura da agua não posso indicar, pois não lhe toquei, mas o passeio foi muito agradavel.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    marrocoseodestino 25.09.2014 11:19

    Não penses tu que eu comi a comida deles com aqueles condimentos todos. Comi comidinha muito normal, mas muito boa.
    Não tive coragem de mandar vir comida e depois não a comer por não gostar. Apenas coisas que eu sei que vou gostar.
    Essas experiência terão de ficar para uma próxima visita com mais tempo.
    Quanto ao pão, comi um que adorei, sabia a broa, mas sem ser boa.
    Ai, e as azeitonas?
    Uma tentação.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.