Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Ontem fui com a minha gata ao veterinário, o problema que aqui dei conta continua. Umas alturas melhor e outras pior. 

O post não é propriamente sobre a gata, mas acredito que queiram saber a opinião da veterinária. Exactamente a mesma que a anterior. O raio da gata sofre de stress e vai dai lambe a barriga e pernas até arrancar todo o pelinho. Ora era exactamente sobre pelinho que eu venho falar, mais propriamente sobre depilação a cera. Mas quem foi a pessoa que se lembrou de tal coisa? Certamente um homem com o intuito de nos fazerem sofrer. É verdade que alguns homens já faz fazem a depilação, mas creio que quando a inventaram a moda era homem peludo.

Dia em que a vou fazer é dia de tortura. Não é raro as vezes que acho que vou ficar sem pele, já para não dizer que o desmaio está sempre na eminencia. Sou invadida pelo calor e transpiro mais do que se fosse ao ginásio.

Não há local nenhum que não doa, mas nas virilhas a coisa duplica ou triplica. 

Da ultima vez quando achei que estava acabar, já que as virilhas estavam prontas a minha esteticista pergunta-me "é para depilar tudo não é?". Ao mesmo tempo que grito "NÃO" ela espalha a cera. Bem... nem sei descrever o horrível que foi.

Sai de lá de perna aberta a rogar pragas à esteticista.

Para a próxima só com anestesia geral!

7 comentários

Comentar post