Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

 

Apesar de estar cheia de sono estava decidida a não sair da câmara até ter o problema da água resolvido.

A funcionária que me atendeu não era a mesma que me tinha tratado do pedido.

Expliquei que eram para terem ido colocar o contador no dia anterior e que ainda estava sem água. A resposta da senhora não me agradou e segundo ela poderia demorar até 5 dias úteis. Interiormente estava a explodir, mas calmamente mostrei o papel à senhora onde dizia que seriam dois dias.

-Pois a colega que lhe fez o pedido não devia de ter posto 2 dias...

-Pois, mas pôs e se assim não fosse eu ainda estaria na casa antiga. Como deve calcular não me agrada e não posso aceitar passar o dia de hoje e um fim-de-semana sem água em casa.

- Minha senhora a empresa que faz esse serviço é uma empresa externa e nada tem a ver com a câmara.

-Acredito, mas também acredito que tenham o número de telemóvel da tal empresa que por sua vez se for contactada saberá contactar o tal funcionário que irá colocar o contador na minha casa. Como sabe hoje em dia toda a gente tem telemóvel...

-Vou ver o que posso fazer, mas não prometo nada.

-Acredito que irá conseguir e eu ficarei ali à espera na salinha.

-Ah, mas pode demorar. O melhor é ir para casa que se eu conseguir entro em contacto.

- Não se preocupe que apesar de ter feito noite e de ainda não ter dormido não faço conta de sair daqui sem ter a certeza que irei ter agua hoje.

Tudo isto dito com muito calma, o que acredito que facto de estar com sono me tenha tornado mole e me tenha evitado perder as estribeiras.

Menos de 5 minutos depois vem a tal senhora e diz-me " O técnico vai a sua casa agora".

Agradeci e apesar de ter uma caminhada de 15 minutos a pé já que o carrinho anda estava na oficina para ser tratado do fanico, ia satisfeita.

Já com água na torneira foi hora de uma banhoca e em vez de ir dormir fui arrumar os caixotes que ainda estavam por arrumar.

De rastos, mas satisfeita!

9 comentários

Comentar post