Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Há semanas terríveis, daquelas em que só acontecem coisas menos boas. Esta é uma delas.

Depois de fazer noite segunda e terça não consegui pregar olho devido às obras num dos apartamentos (desta vez não foi o puto e o seu skate).

Na noite de terça para quarta ao retirar uma idosa da cama dei mau jeito nas costas (e esta senhora não é nada pesada).

Ao longo do dia de quarta sinto uma ligeira dor à qual atribuo aos sintomas da gripe.

Na quinta acordo com a dor mais intensa, ainda que não me impedisse de andar ou de me baixar. Já o levantar era mais difícil. Deixei de pensar que seria da gripe e recordei o mau jeito do dia anterior. Nada que uma pomada não resolvesse. Achava eu, claro. Depois de a aplicar não vi melhoras nenhumas. Ainda pensei em tomar algo para as dores, mas optei por não o fazer devido ao meu problema de estômago.

Acabei por ir ao medico do seguro que diagnosticou uma inflamação dos tendões da zona lombar. Tratamento: 6 injecções e repouso absoluto.

Ainda tentei que me receitasse uma injecção de cavalo para hoje poder ir trabalhar (odeio faltar ao trabalho), mas disse-me que poderia tirar-me a dor, mas sem repouso a inflamação não passaria.

Aqui estou eu a parecer uma invalida com mais dores do que ontem, apesar de já ter levado uma das injecções.

 

 

 

 

 

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/2