Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Marrocos e o destino

A ida do maridão para Marrocos trouxe muitos imprevistos, peripécias, aventura e muitas saudades. É aqui que irei tentar "expulsar" os medos, as tristezas, as alegrias e as saudades.

Tal como eu ontem previa o negócio da compra da casa foi por agua abaixo.

Desilusão é o que sinto. Desilusão por ter criado algumas expectativas e não se concretizarem, desilusão com a forma como todo o processo decorreu e desilusão com o avaliador.

Então não é que o homem avaliou aquilo quase como se fosse uma barraca?

 

Depois da chamada de ontem da imobiliária (sim, a saga da casa continua) para reunir comigo fiquei com a certeza que a coisa não vai correr bem e muitos nervos irão aparecer.

À conta dessa certeza hoje o meu pequeno almoço foi completado com um sedoxil (abençoado).

Não quero ser pessimista, mas infelizmente como as coisas têm corrido não tenho muitas duvidas de que o negócio não se irá concretizar.

Daqui ameia hora já saberei

Há uns dias vi a noticia de uma jornalista que soube em directo (enquanto estava a apresentar o telejornal) que o marido tinha morrido num acidente. Durante a reportagem a jornalista não mostrou qualquer emoção e ainda conseguiu continuar a emissão até ao final, coisa que durou 10 minutos.

Segundo algumas opiniões, inclusive do governador do estado Indiano foi um acto de profissionalismo e bravura

Pelo amor da santa profissionalismo e bravura?

Eu até poderei aceitar que o choque lhe retirou a capacidade de mostrar sentimentos, mas quase quererem fazer entender que a mulher merecia uma medalha é que não compreendo..

 

Fui contactada pela NOS na sexta para marcar hora e dia para a transportadora vir levantar o equipamento.

Informei a menina que nesse dia não podia. Pergunta-me se era possível na segunda até às 14 e volto a dizer que não era possível por me encontrar a trabalhar até às 22 horas. Pergunta-me se na terça daria e digo-lhe que apenas depois das 16 horas, pois estaria  trabalhar até a essa hora.

Diz-me então "Ok  a recolha fica agendada para terça feira entre as 14 e as 18 horas."

-Como lhe disse só posso após as 16, portanto só pode colocar entre as 16 e as 18 ou mais tarde.

- Ah, mas só tenho agendamento entre as 14 e as 18 horas.

-E eu estou-lhe a dizer que se vierem cá entre as 14 e as 16 eu não estarei em casa. 

- Vou então deixar aqui essa nota.

Depois de desligar o telemóvel não tive duvidas que a coisa não iria ser como tinha pedido.

Ontem recebo uma chamada cerca das 13 horas e atendo por achar que poderia ser algo relacionado com a compra da casa (ou talvez não). Imagino que tenham adivinhado quem era. Claro que era o senhor da transportadora.

- D. Joana era para informar que irei passar entretanto na sua casa para levantar o equipamento da NOS.

-Não será possível pois estou a trabalhar e como disse e marquei com a Nos só depois das 16.

-Ah, mas dava-me jeito agora...

-Não percebeu com certeza, mas eu estou a trabalhar.

- Então não pode levar o equipamento para o seu trabalho e eu passo ai?

-Não não posso e já lhe disse que só saio às 16.

-Então depois é contactada pela NOS para marcar outro dia...

-Desculpe? Outro dia? Então desmarquei coisas que tinha marcadas para estar em casa no dia e na hora marcada e agora vão marcar outro dia? Mas isto é tudo incompetente?

Depois de me fartar de barafustar acabei de marcar para o dia seguinte.

Acabaram de cá vir, mas claro o homem teve de me ouvir. Disse-lhe que não sabia de quem era a culpa, mas que era uma falata de respeito marcarem dia e hora e não cumprirem.

 

 

 

Se colocasse a pergunta "Qual o país mais fácil de cancelar um contrato, Marrocos ou Portugal?" Não tenho duvidas que a grande maioria diria ser Marrocos. Isto porque a grande maioria acha aquele é um país atrasado.

Pois infelizmente o Miguel teve mais dificuldade em anular o contrato que tinha com a NOS (tinha o serviço satélite para poder ver os canais portugueses) do que cancelar o contrato que tinha com uma operadora marroquina.

No dia em que veio embora bastou dirigir-se à loja e fazer uma simples carta a dizer que pretendia anular o serviço por ir embora do país, pagar esse mês e ficou resolvido.

Chegado aqui a Portugal dirigimos-nos à NOS e explicamos que pretendíamos anular o contrato uma vez que tinha regressado. A "menina" diz-nos que vai registar o pedido e que depois lhe irão ligar. 

Pergunto-lhe "Então mas não basta entregar a BOX e preencher um documento a anular?"

-Não não, até porque não recebemos a BOX. Mais tarde irá passar a transportadora para levantar o equipamento.

Viemos embora com a caixa e a praguejar por não ficar tratado.

Passado poucos minutos (menos de 5) telefonam-nos da operadora a tentarem darem-nos a volta para continuamos com o serviço. Expliquei-lhe varias vezes o porquê até que lhe disse "pelo amor da Santa cancele lá isso que é só o que queremos". Informa-nos que deveremos voltar à loja para assinar o cancelamento do contrato. " Voltar à loja? Então mas ainda agora saimos não teria mais logica ter assinado nessa altuar?".

Segundo ele eram regras da empresa. Porra para as regras.

Em Marrocos foi preciso apenas uma ida à loja e em Portugal foram necessárias 2 idas, 1 telefonema e ainda aguardo que me venham buscar a BOX( coisa que ainda dá outra história).

 

 

Ontem recebi um telefonema do senhorio para saber se no inicio do contrato tinha pago 1 mês de caução. Disse-lhe que sim e que se tivesse visto o ultimo recibo de renda teria visto isso mesmo. Disse-me que tinha estado com o meu Contrato na mão e que não fazia referencia disso e que teria de falar com a imobiliária pois aquele contrato não estava bem. Disse-lhe que estivesses bem ou não eu tinha pago um mês adiantado. Pergunta-me então se já sabíamos quando íamos sair (Ah pois tenho novidades, mas ainda não contei porque ainda não é 100% certo. Tudo depende do banco). Respondi-lhe que ainda não sabíamos e logo que soubesse diria. Diz-me " Compreendo, mas com certeza que não me avisará de uma semana para a outra".

Respondo-lhe para estar descansado, mas que de qualquer forma tendo o mês pago adiantado poderia mudar nas calmas.

Diz-me" Pois, mas a D: Joana sabe que por lei me deveria avisar com 90 dias de antecedência. Não será necessário pois nunca tivemos problemas, peço-lhe apenas para me avisar logo que saiba".

Agradeci-lhe e desligamos. 

Passado algum tempo comecei a pensar no telefonema e em como eu tinha sido uma parva. Então o raio do homem é que me mandou a carta para me avisar que não pretendia renovar o contacto e que teria de sair até final de Agosto e segundo ele estava a fazer-me um favor em não me exigir 90 dias para o informar?

Das duas uma ou o homem tem alguém para a alugar já e pagar a renda que pretende e está a pressionar-me ou então esteve a beber e perdeu a noção do disparate que disse.

Tive vontade de lhe telefonar a perguntar se não queria que eu pagasse também uma indemnização por ele próprio me estar a meter fora da casa?

Oh vida!

Diz o ditado "não deixes para amanhã o que podes fazer hoje" e foi exactamente isso que fiz. Ao 3º dia do inicio do prazo de entrega do IRS fiz o meu.

Foi tão fácil que não demorei mais que 5 minutos.

Entrei com a minha senha no Site da Autoridade Tributaria e Aduaneira, seleccionei "IRS automático", confirmei os valores dos meus rendimentos e validei. 

Ao longo do ano fui validando as facturas e hoje apenas confirmei o valor da renda de casa.

Se for como dizem daqui a 15 dias recebo o reembolso. 

Nota: a entrega automática não pode ser feito por todos os contribuintes. Vejam aqui